VÔLEI | Vôlei Ribeirão encerra Superliga com seis vitórias e garantido na elite

17/03/2019

No último confronto da temporada 2018/19, contra o Sesc-RJ na noite deste sábado, time carioca levou a melhor por 3 sets a 1 na Cava do Bosque

O São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (Secretaria de Esportes) encerrou na noite deste sábado (16) sua participação na temporada 2018/19. No último jogo, contra o Sesc-RJ, no Ginásio da Cava do Bosque, a vitória foi do time carioca por 3 sets a 1 (25/20, 14/25, 22/25 e 22/25). A partida finalizou a fase de classificação da Superliga Cimed 2018/19.

Na competição o Cavalo Ace acumulou seis vitórias e 19 pontos, o que lhe assegurou a permanência na principal divisão do vôlei nacional ocupando a décima colocação - Caramuru-PR e São Judas Voleibol foram os dois rebaixados para a Superliga B. Em 2019/20, o time ribeirão-pretano segue entre os 12 melhores do Brasil.

"Nossa realidade era essa, a de brigar para permanecer na Superliga. Em determinado momento criamos possibilidades para algo mais, mas a Superliga é muito dura. Um time com um orçamento como o nosso não é fácil se manter na elite. E a gente conseguiu", analisou o treinador Marcos Pacheco.

O jogo
Com uma Cava do Bosque lotada para apoiar o time ribeirão-pretano em sua última apresentação na temporada, o Vôlei Ribeirão teve grande atuação no primeiro set e fechou a parcial em 25 a 20. O ponto da vitória contou com a participação do jovem João Meirelles, aprovado pela comissão técnica durante uma seletiva, no início do projeto, e que assim fez sua estreia em Superliga neste sábado.

"Eu não esperava, foi muito emocionante quando o Pacheco me chamou para entrar no jogo. Mas me preparei, vinha treinando e esperava essa oportunidade. Eu estava pronto e foi muito bom estrear contra uma das melhores equipes do Brasil, contra jogadores de Seleção Brasileira. Foi uma emoção intensa", disse Meirelles, de 18 anos.

O Sesc, um dos favoritos ao título, treinado por Giovane Gávio e com estrelas da Seleção como Wallace, Maurício Souza e Tiago Brendle, impôs um ritmo forte para virar o placar vencendo os três sets seguintes por 25 a 14, 25 a 22 - num terceiro set equilibrado - e novamente 25 a 22.

"A gente fez um primeiro set com um ritmo muito intenso e o Sesc demorou um pouco até entender este processo. Mas é uma grande equipe, com jogadores talentosíssimos. Com a intensidade deles nos outros sets, não conseguimos acompanhar. Depois o jogo chegou a ficar equilibrado, mas no momento decisivo alguns jogadores deles fazem uma diferença monstruosa. Gostei da valentia e da dedicação do Vôlei Ribeirão. É sempre complicado enfrentar o Sesc", finalizou Pacheco.

O ponteiro Alisson Melo foi o maior pontuador do Vôlei Ribeirão com 14 pontos, seguido de Alemão com 12 e Ricardo com 11. Wallace, do Sesc-RJ, anotou 25 pontos e Tiago Barth recebeu Troféu Viva Vôlei como o melhor atleta da partida.

O Vôlei Ribeirão é um projeto de iniciativa da Prefeitura de Ribeirão Preto, por meio do Fundo Social de Solidariedade e Secretaria Municipal de Esportes, e conta com patrocínios do São Francisco Saúde, Sicoob, MRV Engenharia e Arteluz, e apoio da Fórmula Academia, Clínica Collucci, Muraca Sports, Salute Restaurante e Pizzaria e FollowX Comunicação. Além do lado esportivo, a equipe tem caráter social. O projeto consiste ainda em inclusão social por meio do esporte.

ELENCO DO VÔLEI RIBEIRÃO DURANTE A SUPERLIGA 2018/19
Levantadores: Jotinha e Luis Rodrigues
Ponteiros: Alisson Melo, Gabriel, França e Ricardo
Centrais: Giovanni, Brunão, Bruno Biella, João Meirelles e Petrus
Líbero: Diego e Fábio Paes
Opostos: Alemão e Rafael Bairros
Supervisor: Dado Baptista
Técnico: Marcos Pacheco
Auxiliar técnico: Henrique Modenesi
Preparador físico: Júlio Lanzelotti
Estatístico: Gullit Pádua
Médico: Dr. Rogério Bittar
Fisioterapeuta: Alexandre Collucci e Nelson Amicuchi
Massagista: José Miranda
Comunicação: Rafael Gonçalves e Fabiano Ribeiro

A CAMPANHA DO VÔLEI RIBEIRÃO
1º TURNO
26/10 (SEX) 21h00 Vôlei Ribeirão 2 x 3 Sesi-SP
03/11 (SAB) 19h00 Cruzeiro-MG 3 x 0 Vôlei Ribeirão
10/11 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão 0 x 3 Vôlei Itapetininga
17/11 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão 0 x 3 Maringá Vôlei-PR
21/11 (QUA) 20h30 Caramuru Vôlei-PR 0 x 3 Vôlei Ribeirão
24/11 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão 3 x 2 Corinthians/Guarulhos
01/12 (SAB) 18h00 Campinas 3 x 2 Vôlei Ribeirão
06/12 (QUI) 20h00 Vôlei Ribeirão 3 x 2 São Judas Voleibol
13/12 (QUI) 20h30 Minas-MG 3 x 2 Vôlei Ribeirão
16/12 (DOM) 17h00 Vôlei Ribeirão 0 x 3 Taubaté
21/12 (SEX) 17h00 Sesc-RJ 3 x 2 Vôlei Ribeirão

2º TURNO
12/01 (SAB) 18h00 Sesi-SP 3 x 0 Vôlei Ribeirão
19/01 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão 0 x 3 Cruzeiro-MG
30/01 (QUA) 20h00 Vôlei Itapetininga 3 x 1 Vôlei Ribeirão
02/02 (SAB) 19h00 Maringá Vôlei-PR 3 x 1 Vôlei Ribeirão
09/02 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão 3 x 2 Caramuru Vôlei-PR
15/02 (SEX) 19h00 Corinthians 1 x 3 Vôlei Ribeirão
20/02 (QUA) 20h00 Vôlei Ribeirão 1 x 3 Campinas
23/02 (SAB) 11h00 São Judas Voleibol 1 x 3 Vôlei Ribeirão
28/02 (QUI) 20h00 Taubaté 3 x 0 Vôlei Ribeirão
13/03 (QUA) 19h00 Vôlei Ribeirão 0 x 3 Minas-MG
16/03 (SAB) 19h30 Vôlei Ribeirão 1 x 3 Sesc-RJ

Texto: Fabiano Ribeiro
Foto: Renan Bin/FollowX Comunicação