VÔLEI | Vôlei Ribeirão é superado em Itapetininga

31/01/2019

Duelo pela 14ª rodada da Superliga Cimed 2018/19 no Ginásio Ayrton Senna termina com vitória do time da casa por 3 a 1; no sábado, Cavalo visita o Maringá

No primeiro dos dois jogos seguidos como visitante neste returno da Superliga Cimed 2018/19, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (Secretaria de Esportes) foi superado pelo Vôlei Itapetininga por 3 sets a 1 no Ginásio Ayrton Senna da Silva, em Itapetininga, na noite desta quarta-feira (30). A equipe ribeirão-pretana teve um bom início, mas viu o adversário reagir e fechar o jogo pela 14ª rodada.

A delegação ribeirão-pretana agora viaja de Itapetininga direto para Maringá. No sábado (02), às 19h, o Cavalo Ace enfrenta o Maringá Vôlei-PR pela 15ª rodada do campeonato - jogo com transmissão ao vivo do SporTV. O Vôlei Ribeirão soma 11 pontos e continua na décima colocação com três pontos a mais que o Caramuru-PR, o próximo adversário na Cava do Bosque - dia 9 de fevereiro.

No primeiro set contra o Itapetininga, mantendo como base um time formado por Brunão, Jotinha, Gabriel, Alemão, Petrus e Alisson Melo, o Vôlei Ribeirão teve atuação perfeita, com saque, passe, ataque e bloqueio funcionando com maestria. Em apenas 22 minutos, fechou o set em 25 a 14. O segundo foi mais intenso, com disputas entre as equipes. O time da casa exigiu do Vôlei Ribeirão, abriu três pontos de vantagem até Ribeirão empatar em 18 a 18. No entanto, Itapetininga fechou em 25 a 22 em 32 minutos. O Itapê definiu a partida com 25 a 16 no terceiro e no quarto set.

"A gente fez um primeiro set muito bom taticamente, conseguimos ter uma grande atuação. A partir da metade do segundo set o Itapetininga melhorou muito no saque, dificultou nossas ações no ataque e passamos a não ter o mesmo volume do primeiro set. O jogo se complicou. Eles jogaram com passe mais na mão e tiveram sucesso", comentou o técnico Marcos Pacheco. "O primeiro set foi muito bom, mas a partir do segundo o ritmo caiu e ficou difícil recuperar", completou Henrique Modenesi, auxiliar técnico do Vôlei Ribeirão.

Com 14 pontos, o ponteiro Gabriel foi o principal pontuador do Vôlei Ribeirão na partida. O central Petrus contribuiu com mais quatro bloqueios. Sanchez e Victor Birigui, do Itapetininga, fizeram 16 pontos cada.

Ajustes na tabela
A partida contra o Minas, na Cava do Bosque, que seria no dia 28 de fevereiro, foi transferida pela CBV para 13 de março em razão do calendário do time adversário em outras competições. O jogo será às 19h e passou a ser o penúltimo do time na fase de classificação.

O Vôlei Ribeirão é um projeto de iniciativa da Prefeitura de Ribeirão Preto, por meio do Fundo Social de Solidariedade e Secretaria Municipal de Esportes, e conta com patrocínios da São Francisco Saúde, Sicoob, MRV Engenharia e Arteluz, e apoio da Fórmula Academia, Clínica Collucci, Muraca Sports, Salute Restaurante e Pizzaria e FollowX Comunicação. Além do lado esportivo, a equipe tem caráter social. O projeto consiste ainda em inclusão social por meio do esporte.

VÔLEI RIBEIRÃO NA SUPERLIGA 2018/19 | 2º TURNO
12/01 (SAB) 18h00 Sesi-SP 3 x 0 Vôlei Ribeirão
19/01 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão 0 x 3 Cruzeiro-MG
30/01 (QUA) 20h00 Vôlei Itapetininga 3 x 1 Vôlei Ribeirão
02/02 (SAB) 19h00 Maringá Vôlei-PR x Vôlei Ribeirão
09/02 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão x Caramuru Vôlei-PR
15/02 (SEX) 19h00 Corinthians x Vôlei Ribeirão
20/02 (QUA) 20h00 Vôlei Ribeirão x Campinas
23/02 (SAB) 11h00 São Judas Voleibol x Vôlei Ribeirão
09/03 (SAB) 18h30 Taubaté x Vôlei Ribeirão
13/03 (QUA) 19h00 Vôlei Ribeirão x Minas-MG
16/03 (SAB) 17h00 Vôlei Ribeirão x Sesc-RJ*
*O horário será definido posteriormente

Texto: Rafael Gonçalves
Foto: Rafael Gonçalves /FollowX Comunicação