SAÚDE | Aos 91 anos, Dona Yvone leva uma vida esportiva ao lado da filha

07/05/2018

Aluna do Studio F3 - Corpo Inteligente, a senhorinha não falta às aulas e pratica exercícios funcionais de força, mobilidade e resistência

Uma das expectativas da maioria da população é chegar à terceira idade com saúde, disposição e qualidade de vida. Dona Yvone Morando Passos é um ótimo exemplo. Aos 91 anos, ela leva uma vida normal: trabalha em casa com uma rotina diária e se diverte lendo livros e assistindo filmes legendados sem o uso dos óculos. Outro detalhe, para ela muito importante: todos os dias toma uma dose de whisky ou vodka. "Aos sábados, gosto de tomar uma cervejinha", brinca.

Mas para manter esse pique, ela também se cuida. Há cinco anos faz atividades físicas semanais no Studio F3 - Corpo Inteligente, academia que frequenta duas vezes por semana com exercícios funcionais de força, mobilidade e resistência. "Trabalhamos com esses exercícios de força, flexibilidade e coordenação para que ela possa ter qualidade de vida e desempenhar suas funções diárias. Ela limpa casa, estende roupas no varal, cozinha... Então aplicamos exercícios que possam oferecer uma funcionalidade", explica Miriane Godoy, profissional de Educação Física que atende Dona Yvone no Studio F3.

"Ah, eu faço isso mesmo. Não paro", completa a senhorinha, ao afirmar que realmente leva uma rotina diária e que seus 91 anos não sejam limitadores muito menos para as atividades físicas. "Eu ajudo em casa. Depois gosto de fazer palavras cruzadas, ler bons livros. Durmo cedo e acordo cedo", diz.

A filha, a advogada Yeda Passos, de 66 anos, acompanha a rotina da mãe. "Somos grandes amigas. Ela é minha secretária", brinca. "O curioso é que ela nunca praticou esportes. Sempre gostou de dançar, mas nunca praticou atividades esportiva. Leva uma vida cheia de tarefas, gosta de cozinhar, fazer café, ler, assistir filmes com legendas e sem óculos", explica Yeda.

Yvone e Yeda, além dos exercícios funcionais, fazem aulas de pilates. Não faltam e comemoram a qualidade de vida. "Minha mãe e eu não tomamos medicamentos. Felizmente nossos exames não apontam nada", acrescenta.

Aroldo Costa Neto, diretor do Studio F3, explica a importância de pessoas acima dos 40 anos praticarem exercícios físicos com orientação e programação específica. "Todos nós passaremos pelo processo fisiológico denominado sarcopenia, que é a redução do conteúdo muscular com o avanço da idade. Basta imaginar idosos sedentários e limitados com seus braços e pernas quase sem músculos. Esse evento limita gradativamente as funções do corpo humano, pois diminui a força e consequentemente o ato de ir e vir, que interfere diretamente sobre o condicionamento físico, reduzindo a autonomia e até a vontade de sair de casa".

Sobre dona Yvone, Aroldo comenta que ela é uma das "meninas" mais animadas da academia. "Se todos os homens e mulheres descobrissem o exercício físico como elemento de transformação da situação atual e reprogramação da vida, assim como a dona Yvone já inseriu em seu corpo, teríamos quedas drásticas nos números de fraturas em idosos, diabetes, hipertensão e doenças cardíacas causadas pela falta de força e condicionamento físico", finaliza.

O Studio F3 - Corpo Inteligente é um centro multiprofissional integrado que busca a excelência na prestação de serviços na área da saúde. Possui profissionais especializados para atuar desde a prática de atividades que visam a vida de qualidade até o alto rendimento esportivo de atletas. Saiba mais em www.studiof3.com ou entre em contato pelo telefone (16) 3442-7161.

Texto: Fabiano Ribeiro
Foto: Rafael Gonçalves